AMOR VERDADE.





Sabe o sinônimo de luz da eternidade? É amor! Este tal do amor que já foi escrito de todas as maneiras possíveis e que, no entanto, em nenhuma destas belas obras se comparam ao que é você senti-lo no coração.
E certa vez conversando com uma amiga ela dizia que não queria saber de amor pois, o amor doía muito, trazia em certas ocasiões muitas contrariedades e sempre dizia para ela que é impossível chupar sorvete sem derrete-lo.
E mais ainda, alertava para o fato de que uma dorzinha de amor, muitas vezes inevitáveis, mas não obrigatória, era muito melhor do que a dor de uma doença incurável que corrói o ser humano por dentro, flagela suas forças e nos faz sempre o trapo dos trapos esperando o momento de dar adeus à vida.
O amor tem dor própria sim, mas é muito sutil, vem como gotas de orvalho nos fazendo chorar o choro bom da saudade, mas não mata ninguém! Falo do amor, não das psicopatias a ele agregada. Isto é outra coisa. É doença. Estamos falando de amor como aquele sentimento maior que troca, divide, cuida, combustível da vida, essência maior da felicidade.
Quem ama vê pássaros, valoriza a lua, se encanta com as mil tonalidades das flores, sente um sabor mais apurado de tudo e de todas as coisas e quem duvidar disso, lembre o sabor incomum do beijo ansioso nos lábios da pessoa amada.
Há também aqueles que dizem que amar dá muito trabalho!
Como assim cara-pálida? Na minha tribo isto não é verdade.
Trabalho, isto sim, dá tudo aquilo que você faz e tem que realizar para ganhar o suado pão de cada dia e merecer depois disto a presença da pessoa que irá lhe fazer esquecer as dívidas e as dúvidas do dia de amanhã.
Quem acha que o amor dá muito trabalho é porque certamente nunca precisou quebrar pedra!
O amor é uma luz, intensa mas que não prejudica os olhos, quente mas amena, forte mas não bruta e serve para iluminar sim, nossas vidas por aqui e por toda a nossa eternidade.


12 comentários:

  1. Pode até machucar. Pode, muitas vezes, dar trabalho, sim.
    Mas vale a pena! ;)

    Beijão!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderExcluir
  2. HELENA,

    nos vivemos sendo machucados todos os dias por fatos e situações que não são as do amor.Concorda?

    Prefiro, se puder optar, ser machucados pelas coisas do amor.

    Quer que eu minta?

    Um abração carioca;.

    ResponderExcluir
  3. As pessoas querem amar mas não querem correr riscos, e como você disse todos os dias nos machucamos, isso é inevitável... precisa ser cultivado, cuidado, e passar pelo paraíso e inferno... E o amor não vem numa bandeja pronta com as projeções de perfeição que acham que vamos viver. É melhor se machucar do que viver num mundo fechado, cinza.
    Sabe o que percebo muito nas pessoas? Que elas ficam muito na paranoia que tem que ser de tal jeito, que tem que seguir um roteiro. É impossível... O amor é o inesperado, o inexplicável e o sei lá. Não podemos prever nada, então viver o momento é o que importa.


    Adorei a leitura uma ótima noite amigo!

    Abração!

    ResponderExcluir
  4. SUPERANDO DESAFIOS,

    isso quer dizer que receita de bolo cai bem na cozinha e mesmo assim as vezes a coisa desanda, imagine no amor.

    As pessoas querem tudo pronto como se estivessem copiando uma imagem da internet e no amor isto ocorre de maneira diferente.

    Exige muito mais criatividade!

    ResponderExcluir
  5. UM CARIOCA AMOROSO... BONITO DE SE VER E ATÉ DIFÍCIL DE ACREDITA NA REALIDADE DOS TEMPOS VIGENTES... PARABÉNS PELA EXPRESSÃO DOS SENTIMENTOS. VÁ FUNDO NESTA EMOÇÃO QUE NÃO TEM PALAVRAS ESPECÍFICAS... TODAS DIZEM ALGO E NENHUMA DIZ TUDO O QUE O AMOR É... SÓ SE SENTE... AH, ENCONTREI SUA MENSAGEM HOJE NO MEU BLOG E LOGO VIM AQUI CONFERIR. UM ABRAÇO NORDESTINO.

    ResponderExcluir
  6. SOLEMAR,

    OBRIGADO POR TUDO!

    MESMO!!!

    ABRA;'AO CARIOCA.

    ResponderExcluir
  7. E é tão bonito uma pessoa saber colocar em tudo o que faz, saber amar as coisas que conquistou. O amor de coração, o amor da família, o amor das amizades, o amor por nós mesmos. Dá trabalho sim, mas também nos pode dar muito mais coisas para a nossa vida.

    ResponderExcluir
  8. LUCY,

    ...é o amor!!!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  9. Não tem essa de agora vou amar, estou pronta! Não funciona assim. Amar acontece, sem hora, sem data. Amar não tem troca. Trabalho dá quando as partes não se doam, quando cada um pensa em si. Rusgas? Acontecem sempre, em todos os lugares, com familiares, amigos, colegas...
    Amar está acima disso, e quando se ama, não há tempo para rusguinhas. Toca a vida que em pouco tempo tudo se acerta. Sem rancores, esse não faz parte do amor.
    Esse é meu pensamento.
    Beijo, Paulo!

    ResponderExcluir
  10. TAIS LUSO,

    quando o amor é autentico -real mesmo -sua frase "toca a vida que em pouco tempo tudo se acerta" é a absolutamente, verdadeiro.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  11. Excelente,Paulo.
    Quem diz que amor não existe deve ser muito infeliz,porque aquele que nunca amou verdadeiramente,não viveu nada!

    Obrigada pela visita e ótimo fim de semana

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderExcluir
  12. DONETZKA,

    simples assim!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir